quinta-feira, novembro 29, 2007

A importância do lixo

Que destino você dá ao lixo?

Antigamente considerava-se lixo somente alguns produtos, hoje, graças as evoluções e pesquisas sabe-se que estamos vivendo em um mundo onde tudo o que produzimos ou possuímos, de uma forma ou de outra vai ter um fim denominado lixo, atravéz disso fica claro dizer que lixo é todo e qualquer resíduo das atividades humanas gerado pela natureza em aglomerações urbanas. Precisamos realmente usar esse conceito, pois grande parte dos materiais que vão para o lixo podem e devem ser reciclados.
O meio em que vivemos é cercado por diferentes tipos de lixo, o lixo domiciliar são considerados resíduos das casas, bares, supermercados, e do comércio, compõem-se principalmente de sobras de alimentos, embalagens, papéis, papelões, plásticos, e vidros, esse lixo é normalmente encaminhado para aterros sanitários. Já o lixo indústrias possui características bem diferentes do lixo domiciliar, portanto, precisa de um cuidado maior, pois pode ser tóxico, e o hospitalar então, tem muitas possibilidades de transmitir doenças de hospital, devido a isso necessita de um cuidado maior ainda em relação aos demais, deve até ser transportado em veículos especiais. Sabemos que existem muitos outros tipos de lixo, mas embora todos sejam importantes, não é possível destaca-los no momento.
“É simplesmente impossível para o homem viver sem produzir lixo”. Essa frase parece até um pouco exagerada, mas na verdade, uma das melhores fontes que os arqueólogos têm para estudar as antigas civilizações é o estudo do lixo que elas produziram no passado. Se daqui a mil anos os arqueólogos forem estudar as sociedades de hoje poderão chegar à conclusão de que o nosso maior produto é o lixo. Isso pode parecer estranho, afinal, uma grande parte da população ainda pensa que o lixo é um subproduto completamente descartável do nosso consumo. Na verdade, isso está completamente errado.
O consumo do lixo de lixo não se resume à alimentação, não devemos nos esquecer de nossas roupas, do material escolar, dos sapatos, dos equipamentos eletrônicos que possuímos, dos pneus dos veículos de transporte, dos óleos combustíveis, das pilhas, e entre muitos outros produtos.
A conclusão disso é que o lixo não é apenas algo que descartamos, mas ele é também um produto que consumimos e pagamos muito caro.
O Brasil produz cerca de 240 mil toneladas de lixo por dia, a maior parte vai para lixões a céu aberto, apenas uma pequena porcentagem é levada para locais apropriados. Quando ele não é tratado, constitui-se num sério problema sanitário, pois expõe as pessoas a várias doenças e contamina o solo, as águas, e até os lençóis freáticos. Segundo especialistas, entre as soluções para a questão estão a criação de aterros sanitários em locais adequados, programas de coleta seletiva e reciclagem, a realização de campanhas de conscientização também pode estar ajudando.
Aterro sanitário é a forma correta de destinação do lixo. Quando gerido da maior maneira, o lixo antes de chegar ao Aterro Sanitário, é separado e passa por reciclagem. Os aterros sanitários, para que tenham bons resultados dependem da conscientização das pessoas e da iniciativa das autoridades no sentido do que a coleta seletiva do lixo seja possível.
A reciclagem contribui para a preservação do meio ambiente e faz com que haja a economia de energia, água, e conserva florestas e sua biodiversidade.
Para que o material possa ser encaminhado a uma usina de reciclagem ou de compostagem, é preciso separá-lo. Muitas cidades do Brasil e de outros países adotaram a coleta seletiva, ou seja, a coleta de materiais separadamente. O caminhão de coleta recolhe o material sem misturá-lo, facilitando a reciclagem, que é a transformação dos resíduos feitos de papel, plásticos, metal e vidros. Em vez de esses materiais ficarem se acumulando em lixões, levando um tempo indeterminado para se degradar, eles são reaproveitados pela indústria, servindo, portanto, para a fabricação de novos produtos, poupando recursos naturais e dinheiro.
Como você pode ver, o destino do lixo é uma questão importante, e só pode ser resolvida com a participação de todos.
A melhor solução para o problema do lixo se baseia em três palavras:
REDUZIR, REUTILIZAR, e RECICLAR. Devemos Reduzir o desperdício, Reutilizar o que for possível, e finalmente Reciclar.


Bibliografia: KRAJEWSKI Angela Corrêa, GUIMARÃES Raul Borges, RIBEIRO Wagner Costa. geografia pesquisa e ação, ano 2005, editora moderna.

2 comentários:

Tony Gifs Javas disse...

Olá.. Sou Tony Gifs Javas do Site TonyGifsJavas.com.br e peço que troque o endereço do Site anterior => www.tonygifsjavas.kit.net pelo www.tonygifsjavas.com.br.
Caso esteja utilizando algum utilitário como relógio, calendário, cursor, etc.., deverá trocar o código direto no Site www.tonygifsjavas.com.br, pois do kit.net deixará de funcionar em alguns dias.
::Novidade:: Estou disponibilizando o utilitário LINK-ME para ser colocando em seu blog para divulgá-lo ainda mais aos seus visitantes que também tenha blog. Para solicitar é fácil.. envie um e-mail para tonygifsjavas@gmail.com juntamente com a imagem que represente seu Blog (logo) e o endereço do mesmo que retornarei com o código prontinho para vc inserir em seu Blogs.
Fico no aguardo de seu contato, Obrigado!!
*
*********

Brunno disse...

adorei esse texto achei muito interessante .queria usar ele num trabalho que eu estou fazendo sobre o lixo.e queria usar seu texo poderia?se eu poder usar seu texo quem o escreveu poderia mim dar uma pequena entreveista via msn ou outro tipo .meu contacto:(brunno-silva@live.com)desde ja obrigado,espero sua resposta